Sunday, February 3, 2008

Carnaval nos EEUU, Playstation 3 e Logística

Carnaval no Brasil. Não sou fã de Carnaval já faz muito tempo, e a única coisa que sempre me animou no Carnaval é o feriado. Nos últimos anos, eu e meus amigos nos reunimos no Carnaval para fazer o churrasco "Eu Odeio Carnaval", sempre na tranquilidade de BH, cidade que é um paraíso nesta época. A regra do churrasco sempre foi esquecer o lixo musical que toma conta do país nesta época, e só ouvir o bom e velho Rock'n'Roll. Este ano, devido a minha ausência, parece que não ocorreu o churrasco, que costumava ser sempre na minha casa, mas espero que assim que eu voltar a situação possa ser remediada com um churrasco de retorno pra compensar a falta do "Eu Odeio Carnaval", e claro, com muito Rock'n'Roll e cachaça. Oh Yeah!

Ainda me lembro do último Carnaval, que foi um dos mais divertidos da minha vida, que terminou com uma mega-ressaca e meus óculos novos quebrado (ou seria óculos novos quebrados?). Apesar de ter sido ótimo, eu não estava num momento muito bom. Havia criado este blog a pouco tempo, e ainda nem sabia se viria ou não para os Estados Unidos. Bom... Sobre essas coisas, eu escrevo outra hora. Foi durante o último Carnaval, que eu descobri um dos jogos mais divertidos de todos os tempos: Guitar Hero! E fiquei viciado muito rápido nesse jogo.

Por coincidência, ontem, eu comprei meu tão sonhado Playstation 3. Estava pensando em comprá-lo já havia um tempo, e só estava esperando o momento certo, e o momento certo foi ontem. Ao mesmo tempo, comprei o meu primeiro jogo pro PS3, que é fácil de deduzir caso tenham lido um dos textos postados aqui recentemente. O jogo foi Rock Band, um dos derivados do Guitar Hero. Ainda, não dei atenção suficiente para o meu PS3, e nem para o Rock Band, mas tenho certeza que isso vá mudar um pouco nos próximos dias. O jogo bem com um conjunto de acessórios: uma guitarra, uma pequena bateria, e um microfone. Todos usados para se jogar. Sempre joguei o Guitar Hero com o controle normal do PS2, e nunca tinha nem tocado na guitarra que é um dos acessórios que se usa para jogá-lo. Ontem, pela primeira vez usei a guitarra num jogo deste tipo, e é totalmente diferente de se jogar com o controle. Ainda vou demorar um tempo pra me acostumar a jogar com a guitarra, mas realmente, é muito mais divertido. Ainda não montei a bateria, e nem tive coragem de usar o microfone e sair cantando durante o jogo. Apesar de saber que este jogo vai ser viciante, eu sei também que vai ser ótimo jogar isso com meus amigos quando voltar pro Brasil, melhor só se estivermos já bêbados. Aí, até eu saio cantando! Mas existe um problema muito mais sério com esse jogo, um fator logístico! A caixa do jogo é gigantesca, maior que minha mala gigante que eu trouxe quando me mudei pros EEUU, e vai ser realmente um problema eu levá-la de volta pro Brasil, mas é claro que eu vou dar um jeito de fazê-lo. Devido a este fator logístico, acabei decidindo não montar a bateria, e deixá-la quietinha na caixa, por enquanto. Enquanto isso, fico treinando só na guitarra. É provável que a melhor maneira que eu encontre para transportá-lo seja na própria caixa original do jogo.



A logística da minha volta já anda me preocupando, e já andei empacotando algumas coisas. Estou pensando em mandar alguns livros, e roupas pelo correio. Ficar só com as roupas de inverno, e despachar as roupas de verão pra que elas cheguem antes de mim, e já estejam acostumadas com o calor quando eu chegar. Pouco mais de um mês pra volta.

Texto em Português pra quebrar a monotonia linguística do blog! E claro, preparem-se para os testes da minha banda, que começarão assim que eu voltar! E este é o ducentésimo texto do meu blog! =D

1 comment:

Mariana said...

Eu ADORO Guitar Hero, apesar de nao ser muito boa. Jogo no teclado do computador, mas uma amiga minha tem a guitarrinha e eh realmente bem mais divertido ;)

Serio, to com muita inveja desses acessorios. Me chama pra jogar quando voltar pra BH, haha!