Tuesday, December 18, 2007

Pistons 109 X 87 Warriors

Ontem fui ao meu primeiro jogo da NBA. Detroit Pistons contra Golden State Warriors. Mas antes de falar do jogo, outras coisas merecem ser contadas, afinal ontem também sobrevivi à primeira nevasca.

A neve começou a cair no sábado à noite, e já na hora quando eu fui dormir, toda a frente da casa, e as ruas já estavam totalmente brancas e cobertas pela neve. Domingo quando acordei, tudo continuava a mesma coisa, e a neve continuava caindo com a mesma intensidade. Tudo estava coberto com pelo menos 15 cm de neve. Era só sair do lado de fora, e sair atolando o pé na neve, que tudo cobria até o meio da canela. Nestes casos o que ocorre é as pessoas não sairem de casa, as ruas ficam praticamente intransitáveis, como se tudo estivesse coberto com uma lama branca, e por isso a chance de se atolar com um carro é muito alta, se você não sabe dirigir na neve da maneira correta. As vias de maior trânsito são limpas por caminhões com pás gigantes presas ao pára-choque, e a medida que o caminhão percorre as vias, vai jogando a neve para o acostamento ou passeio. Quando a neve não pára de cair, como foi o caso ontem, a prioridade são as vias de maior tráfico, no caso estradas, e esses caminhões percorrem as estradas continuamente, formando um caminho limpo, quase sem neve, onde os carros podem passar sem se preocupar muito, e dos lados ficam aqueles montes de neve. As vias menores, como ruas menos movimentadas, não têm prioridade alguma, e só são limpas depois que as vias maiores já estão limpas, a não ser que as pessoas contratem pessoas para limparem as ruas. Geralmente, nestes casos, só se sai de casa em casos realmente necessários, já que ou você fica atolado, ou tem que dirigir sobre uma superfícies extremamente escorregadia. Como ninguém queria perder o dinheiro investido nos ingressos para o jogo, resolvemos sair assim mesmo.


Antes de sair, tivemos que limpar o carro, que estava coberto pela mesma crosta de 15 cm de neve. Não fui eu quem dirigiu o carro, mas deve ser muito divertido dirigir o carro numa situação dessas, caso você não tenha nenhuma outra preocupação, a não ser dar umas voltas na neve escorregadia. Mas teríamos que pegar a estrada, para ir ao estádio, e meu colega de casa, foi quem dirigiu, e apesar dele dirigir bem na neve, ele ficou realmente tenso com toda aquela neve na estrada. Mais tenso ainda depois de ver alguns acidentes, e várias pessoas atoladas na estrada. Eu estava era me divertindo com aquilo, afinal foi minha primeira nevasca. Em alguns momentos durante a viagem, a neve começou a cair bem forte, e quase chegou ao ponto de um "white out". A neve está caindo tão intensamente, e ventando tanto, que fica um grande branco cobrindo tudo. Não chegou realmente a este ponto, os carros da frente ainda eram visíveis, mas eu nunca vi o Ethan tão concentrado em alguma coisa!! No final das contas, após vários carros atolados na estrada, pessoas sem saber o que fazer tentando tirar a neve dos carros, acidentes bloqueado saídas da auto-estrada, alguns deslizes nas ruas, e quase atolamentos, a viagem que deveria ter demorado menos de 1h acabou demorando 2h e meia. Mais divertido só se eu estivesse dirigindo na neve! Yeah!!!

Chegamos ao estádio, The Palace em Auburn Hills, um pouco atrasados, e infelizmente perdemos o momento em que os jogadores estavam entrando. Que parecia ser o momento mais empolgante do jogo. Quando conseguimos entrar, e chegar aos nossos lugares, algumas fileiras logo atrás do garrafão, o jogo já estava na metade do primeiro quarto. Eu não fui muito feliz na minha escolha do assento (devido a neve o estádio não estava totalmente cheio, e se tinha um certo grau de liberdade ao se escolher os assentos), e acabei ficando exatamente atrás da cesta. Conseguia ver quando o ataque era do lado oposto da quadra, mas quando era do nosso lado da quadra, ficava meio difícil. Por algum motivo também, o estádio de basquete é bem menor do que aparenta nas transmissões de TV, e é tudo muito diferente. Os jogadores logo ali na sua frente, gigantes. O melhor era quando num ataque, algum jogador dos Pistons resolvia enterrar. Todos os torcedores dos Pistons, que eram quase a totalidade dos torcedores, iam ao delírio!! Muito doido!!! As cheerleaders apareciam de vez enquando durante os pedidos de tempo dos treinadores, ou durante os intervalos entre os quartos do jogo. Apesar de eu não estar numa posição muito boa para apreciar as "coreografias", eu achei bem interessante! Durante o jogo, elas ficavam sentadas na beira da quadra brincando com os pom-pons. Meio ridículo, mas engraçado, e elas sempre seguiam o ritmo das músicas.

Os Pistons estão em primeiro na divisão central da Conferência Leste. O outro time, o Golden State Warriors, não está nas primeiras posições, mas também não está nas últimas posições. O jogo deveria ter sido mais equilibrado, mas o que houve foi um massacre. Os Pistons acabaram com os Warriors. O primeiro quarto acabou bem equilibrado, mas já no final do segundo quarto os Pistons já estavam mais de 20 pontos na frente. No final, os Pistons ganharam por 22 pontos. Os Warriors como time da Califórnia, talvez não estivesse acostumadas com o frio de Michigan (mesmo com o aquecimento do estádio), e devem ter perdido por isto! :P


Não vou comentar o jogo, tanto por não estar num bom lugar pra observar o jogo de uma maneira mais apropriada, como também por não ter conhecimento suficientes pra isto, mesmo sendo fã de basquete. Apesar de ser fã, tinha muito tempo que eu não assistia a um jogo da NBA, mesmo vivendo nos EEUU. Não tenho muita paciência com esportes na TV. Na época que gostava muito de assistir basquete pela TV, lá pelo meio dos anos 90, eu era fanático pelo Chicago Bulls. Claro, foi a época de ouro dos Bulls, quando o Michael Jordan ainda jogava basquete. O único motivo, na época, pra eu ter escolhido os Bulls foi o Michael Jordan, mas depois de ontem eu tenho um motivo melhor pra escolher um time pra torcer, e agora eu sou torcedor dos Pistons! Assim como também sou torcedor dos Wolverines, o time de Football (Americano) da University of Michigan!

Foi uma ótima experiência, e espero repetir um dia, mas num assento melhor (apesar de todo mundo ter dito que os nossos lugares eram ótimos, eu não disse nada, afinal os ingressos custaram "míseros" $25, uma pechincha). Consegui tirar algumas fotos, mas a foto do cara dos Pistons enterrando a bola na cesta ficou muito tremida e ficou péssima. Vou disponibilizar as fotos no meu álbum depois. A volta foi parecida com a ida, mas já não estava nevando mais, e foi possível voltar mais rápido do que na ida. Foi quase uma aventura, mas foi bem divertido! E eu também descobri que, definitivamente, preciso de um par de botas melhor pra neve, caso eu queira me aventurar fora de casa depois de uma nevasca, sem perder o meu pé congelado!

1 comment:

tRiGuInHa said...

só posso dizer uma coisa: QUE INVEJAAAAAAAA! :PP

tb queroooooooooo!

bjooo,